Home » Companhias Aéreas » Nova Base da Ryanair em Lisboa em Negociações

Nova Base da Ryanair em Lisboa em Negociações

Segundo noticias avançada pelo Expresso, o presidente da companhia aérea Ryanair, Michael O’Leary, já estará a negociar com os novos accionistas da ANA Aeroportos – a Vinci, que recentemente ganhou o processo de privatização – a criação de uma nova base em Lisboa.

As informações veiculadas apontam para a presença de oito aviões em Lisboa com 40 rotas um pouco para toda a Europa.

A expectativa é transportar 4 milhões de passageiros por ano. Se as negociações chegarem a bom porto é previsível que a Ryanair chegue a Lisboa no Inverno.

Recorde-se que o presidente da companhia aérea low cost tem vindo a tentar entrar no aeroporto da Portela desde há 3 anos.

No entanto, as tentativas têm falhado, principalmente, segundo Michael O’Leary, pelas elevadas taxas aeroportuárias praticadas pela concessionária dos aeroportos.

Novas bases em PortugalOs próximos meses serão decisivos para ficarmos a saber se efectivamente a Ryanair entra no aeroporto de Lisboa ou não. Uma coisa é certa, caso a companhia aérea avance, tanto a TAP como a Easyjet vão passar a ter uma concorrência de peso e espera-se obviamente que os preços dos bilhetes de avião tenham um decréscimo no preço.

Para já a Ryanair está presente nos aeroportos de Porto e de Faro com dezenas de rotas para toda a Europa. As cidades de Madrid, Barcelona, Paris, e Londres são as rotas de maior sucesso, tanto a Norte como a Sul.

A entrada desta companhia aérea do segmento low cost no mercado português veio trazer uma “lufada de ar fresco” ao mercado da aviação dominada pela TAP. Os preços de baixo custo chegaram tal como a concorrência. Hoje em dia é muito mais barato viajar de avião para a Europa do que era há 10 anos atrás.

Até há algum tempo era impensável viajar por apenas 50 euros, ida e volta, até Espanha ou mesmo até Itália. Hoje é possível e ainda bem.

26 Fevereiro, 2015 | Tags:

Comentar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

20 − 7 =